voltar

Ao decidir passar a pandemia em Minas Gerais, depois de passar um ano morando no litoral da Bahia, a saudade do mar me pegou de caixote e me deixou tonto de tanta lonjura. Durante as horas de espera, olhando a vista da varanda (um mar de montanha vermelha), o álbum foi vindo aos poucos num processo de fazer da terra firme, águas profundas.

Um projeto para se deixar levar junto com essas correntes ciganas.


Ficha Técnica Concepção e execução: Thiago David